Blog

Pilates-Mulheres-Terceira-Idade

5 benefícios do Pilates para a Terceira idade

Hoje em dia o perfil dos idosos mudou. Se, antigamente, uma pessoa com 60 anos tinha problemas de saúde, aparência abatida e pouca mobilidade, hoje a expectativa de vida aumentou e a forma de levar a vida nessa fase mudou. Segundo um estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, até 2050 seremos mais de 66 milhões de idosos e, por isso, envelhecer bem é fundamental.

No entanto, por mais cuidados que sejam tomados, quem já está mais experiente não está livre de sofrer algumas consequências da idade. Nesse contexto, algumas atividades físicas são super importantes para preservar a saúde. Um exemplo é o Pilates, uma das principais práticas de bem-estar físico e mental. O método criado por Joseph Pilates une fortalecimento muscular, resistência, equilíbrio, flexibilidade, respiração, relaxamento, consciência corporal e ligação entre o corpo e mente.

Veja a seguir 5 benefícios que os exercícios sugeridos pela prática proporcionam a quem chegou a terceira idade:

1 – Para o cérebro: Por fazer com que o aluno preste atenção em quais músculos estão sendo acionados na prática, o Pilates estimula o sistema nervoso central e envia mais impulsos nervosos para a área trabalhada. Isso melhora o equilíbrio e a concentração.

2 – Para os músculos e ossos: Seus exercícios trabalham músculos específicos, coordenação motora, fortalecimento e a conservação da massa muscular e óssea. Assim são prevenidos problemas articulares, a osteoporose e diminui-se a possibilidade de quedas e lesões.

3 – Para a Incontinência Urinária: No Pilates, músculos profundos, como os que controlam o fluxo da urina e fezes, são também alvo de exercícios. Eles evitam a incontinência urinária e fecal, muito freqüente em pessoas com mais de 60 anos.

4- Para a Coluna: A prática corrige a postura, que tende a se curvar devido à má educação postural acumulada por muitos anos. Além disso, ativa a circulação, tenciona os músculos e, por meio de exercícios de alongamento, estimula o corpo a obter mais flexibilidade, recuperando articulações propensas a artrose e dores generalizadas.

5 – Para o Sedentarismo: Muitas limitações em atividades diárias como sentar, levantar e amarrar o cadarço dos sapatos podem levar idosos ao sedentarismo. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o problema atinge 60% desses brasileiros e é a maior causa do avanço de quadros de diabetes, colesterol alto, obesidade, infarto, derrame cerebral, câncer, depressão e glaucoma. O Pilates pode tornar essas tarefas do dia a dia mais fáceis de serem realizadas, encorajar a movimentação corporal frequente e aumentar a autoestima.

Fale com a gente! Nós podemos te mostrar como o Pilates vai te ajudar a envelhecer com saúde e bem-estar.